Notícias

Paróquia Mãe dos Homens se tornará Santuário em 2018


Em 2018, a Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens, de Araranguá, completa 170 anos, sendo a mais antiga da Diocese de Criciúma. Sabendo da importante data, desde o fim de 2016, o pároco, Padre Alírio Leandro iniciou um debate sobre a possibilidade de que a Paróquia se tornasse um Santuário Diocesano.

Com o aval do bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inácio Flach, foi elaborado um projeto de elevação a santuário, um estatuto e junto foi anexado um abaixo-assinado com mais de 10 mil assinaturas. Ambos foram montados pelos padres, Alírio Leandro, Thiago De Molinier e Vilcionei Baggio.
Em junho deste ano, o pároco, padre Alírio Leandro, apresentou todas as razões para que a Igreja Matriz se tornasse um santuário Diocesano. Depois de um longo período de avaliação, o epíscopo nos últimos dias em reunião com o Conselho Diocesano de Pastoral, fez a confirmação.
A celebração que dará o título de santuário a paróquia acontecerá no dia 04 de maio de 2018, dia da padroeira da Cidade das Avenidas. O momento é de alegria pela conquista. “Este é um sonho antigo do nosso povo e que agora irá se tornar realidade. Esperamos que com este título, as pessoas possam sentir cada vez mais o amor de Deus e o carinho de Nossa Senhora”, afirmou padre Alírio Leandro.

Qual o motivo?
A justificativa da solicitação está na grande devoção Mariana (Maria), não só paroquial, mas em todo o vale do Araranguá, na ausência de um santuário em toda região sul da Diocese de Criciúma para a piedade dos fiéis e o constante fluxo de devotos, provenientes de diferentes regiões e estados da Federação e os 170 anos de criação.
Rotineiramente muitos devotos da padroeira passam pela paróquia para agradecer a graça alcançada. “Todos os meses a Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe dos Homens recebe diversos devotos, de todos os estados do Brasil, principalmente na época da festa, recebemos inúmeros testemunhos de graças alcançadas por intercessão de Nossa Senhora Mãe dos Homens”, comenta o Padre.

O que irá mudar?
De acordo com o padre, não haverá grandes mudanças estruturais, apenas na parte interna da igreja. Mas a espiritualidade será diferenciada. “Sobre a estrutura, iremos deixar a igreja com um rosto mais Mariano. Nossa proposta é celebrar as datas importantes que lembram a mãe de Jesus com os seus diferentes títulos”, pontuou.
Com a elevação o pároco se torna reitor e com isso acontecerá a ampliação dos horários de atendimento. “O reitor começará a atender em dias específicos dentro do santuário, acolhendo os peregrinos e romeiros”.
Em um primeiro momento as 13 comunidades que fazem parte da paróquia irão continuar ligadas ao Santuário Diocesano e o atendimento continuará acontecendo, pois está prevista a chegada de um sacerdote para auxiliar. “Virá um novo padre para auxiliar, tanto o santuário como as comunidades, tudo em comunhão. As mudanças irão acontecer com o decorrer do tempo e estaremos realmente ganhando este ‘rosto’ de santuário”.

 

A ANUNCIAÇ...Leia mais

Localização